Zé Neto chama de desinformação críticas sobre mudança nas gratificações a professores

    O ainda líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Zé Neto (PT), afirmou que há muita “desinformação”, conforme classificou, sobre as críticas lançadas sobre o projeto enviado pelo Executivo que regula as gratificações dos professores estaduais.
    “Quem critica ou não entenderam direito ou não estão agindo corretamente. A oposição ela tá perdida e cada diz vai ficar mais perdida. Não apresenta uma proposta para nada. Mera crítica aos nossos posicionamentos”. 
    A proposta exclui do Estatuto do Magistério Público do Ensino Fundamental e Médio do Estado da Bahia as gratificações de 5% a 10% para cursos com duração inferior a 360 horas e também reduz o benefício ofertado a profissionais com mestrado (de 20% para 15%) e doutorado (de 25% para 20%). Além disso, endurece outras regras para recebimento da gratificação. 
    De acordo com Neto, não há diminuição em valores. “Só vai haver uma maior exigência com relação da formação de progressão. Quem tem continua. 88% tem. Continua tendo. O que nós vamos fazer é que todos os cursos tenham o reconhecimento do MEC. Que tenha mais duração. Normatização para todos esses títulos tenha um objetivo que seja mais útil em sala de aula”, explicou. 
    Questionado pelo BNews se existe um cálculo para economia, cuja mudança pode impactar os cofres, o petista disse não haver nenhum tipo de contenção momentaneamente. “É daqui pra frente que veremos isso. Reafirmo: não haverá um centavo de perda”. BNews
     

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.