Em discurso na UPB, Wagner crítica político que quer "ganhar" eleição na Justiça


    O ex-governador da Bahia e senador eleito, Jaques Wagner (PT), criticou veementemente o "protagonismo do Judiciário nas questões políticas" e as investidas na Justiça entre políticos que perderam a eleição.
     
    "Nós todos somos culpados por esse excesso de protagonismo do Judiciário. A gente perde a eleição e entra com um recurso na justiça [...] Eu digo para os meus. Perdeu a eleição? Se prepare para ganhar a outra. Aí vão colocar a política na mão de 4, 5 ou 7 juizes", disse, durante a cerimônia de posse do reeleito presidente da UPB, Eures Ribeiro, na tarde desta terça-feira (8), na sede do órgão.
     
    Conforme ele, o jogo da política é diferente da Justiça. "Nenhum desapreço aos juízes, mas é que o jogo da política é um e do Judiciário é outro. Constantemente fica essa insegurança", criticou.
     
    Sem citar nomes, Wagner afirmou que se pudesse faria um pacto para que não houvesse recursos na Justiça condicionando ao Poder Judiciário decidir uma eleição. "Se eu pudesse fazer um pacto eu faria para que nenhum de nós investe contra outro que ganhou legitimamente nas urnas [...] Levar o mandato legitimamente popular para o judiciário. Cada vez mais é o judiciário que vai dizer quem é o prefeito e quem não é . Quem tem que dizer é o povo", finalizou, sob aplausos dos prefeitos presentes. BNews

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.