Beto Richa se torna réu por corrupção passiva e organização criminosa


    O ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), se tornou réu por corrupção passiva e organização criminosa. A denúncia contra o tucano foi aceita pela Justiça neste domingo (10) no âmbito da Operação Integração. A ação investiga pagamento de propina a Richa e outros agentes públicos por empresas de pedágio no Paraná.
    De acordo com reportagem do site G1, outras nove pessoas viraram réus também por crimes como organização criminosa e corrupção passiva. O Ministério Público Federal (MPF) estima que o grupo tenha desviado R$ 8,4 bilhões por meio do aumento de tarifas de pedágio do Anel de Integração, e de obras rodoviárias não executadas.
    Beto Richa chegou a ser preso no dia 25 de janeiro, na 58ª fase da Operação Lava Jato. A defesa diz que o ex-governador não cometeu irregularidades e que sempre esteve à disposição para prestar esclarecimentos. (Agência Brasil)

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment