Flamengo afirma que ausência de licenças não tem relação com incêndio

     O CEO do Flamengo, Reinaldo Belotti, fez um pronunciamento no fim da tarde deste sábado (9) sobre o incêndio que deixou 10 mortos no CT Ninho do Urubu, na sexta (8). Segundo o G1, Belotti disse que a ausência de licenças divulgada pela imprensa em nada tem a ver com o acidente, e que o local não é um "puxadinho". “Isso não tem nada a ver com o acidente que ocorreu”, disse Belotti, elogiando as instalações do contêiner onde ficava o alojamento.
    "Estamos falando em alojamentos modulares que foram instalados em 2011. Só queria lembrar os senhores que, por esse alojamento, passaram vários times titulares do Flamengo, jogadores consagrados como, por exemplo, Ronaldinho Gaúcho, Vágner Love, e outros (...) Foi utilizado também pela seleção olímpica de futebol do Brasil. "
    Ainda segundo a publicação, o dirigente também disse que picos de energia ocorridos após o temporal que desabou no Rio, na noite de quinta-feira (7), podem ter gerado o incêndio no ar-condicionado, possível causa apontada por peritos para incêndio.
    Segundo a prefeitura do Rio e o Corpo de Bombeiros, o CT não tinha licença para construir alojamentos naquele local no Ninho do Urubu. Belotti argumentou que a documentação está em andamento, e que o clube obteve outras três certidões: do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, da Federação de Futebol do Rio (Ferj) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) (vejas nas imagens abaixo).
    Assim como fez o presidente do clube na sexta-feira, Rodolfo Landim, Belotti também não respondeu a perguntas de jornalistas. Após o fim do pronunciamento, ele se retirou sem dar entrevista.(BNews)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment