Aliados de Rui Costa se dividem sobre eleição para a presidência da Câmara dos Deputados


    Nos últimos sete dias, dois candidatos à presidência da Câmara dos Deputados visitaram Salvador em busca de apoio: os atuais presidente e vice-presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Fábio Ramalho (MDB-MG), respectivamente. 

    Ramalho almoçou na última sexta-feira (14) com parlamentares aliados do governador Rui Costa (PT),  entre os quais estiveram os deputados federais Ronaldo Carletto (PP) e Valmir Assunção (PT), que declararam apoio ao colega. 

    "Vou seguir a orientação do PT, mas vou trabalhar para que o PT apoie 'Fabinho', até porque ele vai ser um candidato avulso. E a proposta dele é de fortalecimento da Câmara, em defesa do Parlamento”, disse Assunção ao BNews, nesta quinta-feira (20), acrescentando que a sigla quer integrar a Mesa Diretora. 

    Ainda de acordo com Assunção, a bancada do PT se reunirá no dia 28 de janeiro, quando deverá chegar a um consenso sobre o tema. 

    Embora não tenha sido reeleito, o deputado federal Paulo Magalhães (PSD) também participou do encontro e demonstrou apoio a Ramalho.

    Já Rodrigo Maia esteve na capital baiana na última segunda-feira (17) para a inauguração da Rádio Câmara em FM. Antes do evento, reuniu-se com Rui Costa e outros aliados, incluindo o vice-governador, João Leão (PP), e os deputados federais Daniel Almeida (PCdoB), Alice Portugal (PCdoB), José Rocha (PR) e Jonga Bacelar (PR). 

    Ao BNews, Leão afirmou que a bancada do PP é uma “moça volúvel”, e ‘namora com Maia e flerta com Ramalho’. O pepista ressaltou, porém, que vai esperar que os correligionários tomem uma decisão. 

    De acordo com Daniel Almeida, o PCdoB ainda não se definiu, mas considera apoiar Maia. “PCdoB enquanto bancada ainda não tem posição sobre que candidato apoiará. Está discutindo critérios para definir. E o critério fundamental é a defesa da instituição Câmara, respeitando todas as correntes e o regimento, sem subordinação a nenhum outro poder. Identificamos em Rodrigo Maia uma das possibilidades. Ele tem cumprido esse papel”, pontuou o parlamentar. 

    Por sua vez, José Rocha teria dito que o PR, de cuja bancada é líder, marchará com o democrata. 

    Na última terça-feira (18), Rui declarou que não pretende orientar a decisão do deputados do PT ou a dos demais aliados. “Ele [Maia] busca a recondução e obviamente busca conversar com os governadores. Mas não vou me meter, não tenho voto lá. O voto é das bancadas. Mas recebo e receberei todos os candidatos à presidência da Câmara e do Senado. Isso interessa aos governadores”, disse. (BNews )

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment