Emendas com sugestões da APLB serão recomendadas ao projeto que reduz gratificações aos professores, diz Mansur


    Na pauta de votação desta segunda-feira (17) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o projeto de lei que reduz gratificações pagas aos professores da rede estadual não agradou nem mesmo aos aliados de primeira hora do governador Rui Costa (PT). 
    A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) é um exemplo, que não só afirmou ter sido pega de surpresa como admitiu que a matéria não passou pela comissão de Educação da AL-BA e não foi submetida a discussão entre os parlamentares. Com base nisso, Mansur sugeriu, inclusive, a retirada do projeto da pauta com intuito de ampliar o debate.  
    Contudo, segundo ela antecipa ao BNews, após várias reuniões irão sugerir emendas recomendadas pelo próprio Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) e a expectativa é positiva. “O governador está sensível”, assegurou. A deputada, no entanto, não revelou o teor das modificações. 
    Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, afirmou que os professores podem atrasar o início das aulas do ano letivo de 2019, caso o governador não reveja os termos do projeto. (BNews)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment