Garota vítima de tiro acidental no Garcia era sobrinha de Filipe Escandurras; família está arrasada


    adolescente de 13 anos morta por um tiro acidental no bairro do Garcia era sobrinha do compositor Filipe Escandurras. Segundo uma fonte do BNews, "a família está arrasada". A vítima era criada pela mãe do artista. O enterro está marcado para as 16h, em Salvador.
     
    De acordo com relatos de testemunhas, a vítima identificada como Darlene Lívia de Almeida Cunha estava na casa de uma amiga, filha de um policial aposentado. A amiga pegou a arma do pai, que não estava em casa no momento, para mostrar para a vítima. Em um descuido durante uma brincadeira, o instrumento disparou.
     
    Procurada pelo BNews, a Polícia Civil informou que a 3a Delegacia de Homicídios (DH-BTS) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) "investiga a morte da garota de 13 anos por disparo de arma de fogo no bairro do Garcia, na noite de sábado".
     
    "Até o momento, a apuração tem indicativo de que o disparo foi acidental, efetuado por uma adolescente, filha de um policial militar da reserva. Ele foi ouvido no DHPP e demais providências de polícia judiciária estão sendo tomadas", completa a nota.
     
    Filipe Escandurras é um dos compositores de maior sucesso do Brasil, emplacando hits nos repertórios de artistas como Bell Marques, Durval Lelys e Ivete Sangalo, entre outras. Ele não foi encontrado pelo BNews para comentar o caso.  BNews,

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment