Milicianos mataram vereadora Marielle Franco por causa de terras, afirma secretário de Segurança do Rio


    O secretário de Segurança Pùblica do Rio, Richard Nunes, afirmou, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, que a vereadora Marielle Franco foi morta por milicianos que acreditavam que ela poderia atrapalhar negócios de grilagem de terras na Zona Oeste do Rio. A informação é do G1 Rio.
    De acordo com a publicação, a operação foi realizada para prender milicianos - alguns suspeitos de envolvimento no crime, que ocorreu no dia 14 de março. Ainda segundo o G1, os policiais estiveram em 15 endereços, inclusive fora do estado, como em Juiz de Fora, em Minas. No RJ, equipes estão na Zona Oeste do Rio; em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; em Petrópolis, na Região Serrana; e em Angra dos Reis, na Costa Verde.
    Nesta sexta (14), faz nove meses que a vereadora e o motorista Anderson Gomes foram executados no Rio. (BNews)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment