Vice-presidente do Vitória fala sobre loja do Bahia na Arena Fonte Nova: "Me parece algo ilegal"


    Na noite da última sexta-feira (21), o programa Nação Rubro-Negra contou com a presença do vice-presidente do Vitória, Chico Salles. Ao ser questionado por um torcedor sobre o que ele pensava da instalação da Loja Oficial do Bahia na Arena Fonte Nova, o dirigente chegou a falar em suspeita de ilegalidade e disse que irá entrar em contato com o conselheiro Juarez Wanderley, autor de uma ação contra a parceria do Esquadrão com a Arena.
    “Existe uma concessão, uma parceria público-privada. Nós estamos procurando ter mais detalhes sobre o tema. A princípio, me parece algo ilegal, que fere a utilização do instrumento público. Me passa a ideia de privatização da coisa pública, mas eu não tenho todos os detalhes para avaliar. Sobre o Juarez (Wanderley, autor de uma ação popular contra o contrato do Bahia com a Arena), nós vamos entrar em contato porque vamos andar juntos. Existe a intenção também do Vitória em mandar jogos na Arena Fonte Nova nesse ano de 2019. E também, se entendermos que é adequado, vamos pleitear ter todos os direitos que o nosso rival tem”, afirmou.
    É importante ressaltar que na última segunda-feira (17), o juiz Glauco Dainese de Campos, da 7ª Vara da Fazenda Pública, negou a liminar referente à ação popular movida pelo senhor Juarez Dourado Wanderley, que apontava descumprimento de contrato entre a Arena e o Governo, por conta da relação de intervenções realizadas em parceria com o Bahia no equipamento esportivo. Galáticos Online

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment