Rui defende "deixar interesse político de lado" em prol da Bahia no governo Bolsonaro


    O governador Rui Costa (PT) marcou presença na aclamação do prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), na presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). Na ocasião, o gestor estadual disse esperar que a entidade continue fazendo uma "boa representação dos prefeitos".
     
    "Espero que a UPB possa continuar, e fará com certeza, boa representação dos prefeitos. Que possa nos ajudar a implementar uma ferramenta de gestão, que é o consórcio de infraestrutura e de saúde. Agora pretendemos implementar o consórcio na área de resíduos sólidos para cuidar do meio ambiente e, com isso, melhorar a qualidade de vida do povo da Bahia", disse o governador.
     
    O petista elogiou a proposta do governo Bolsonaro de tornar o governo mais municipalista, com menos Brasília e mais Brasil. "Acho que esse é o ideal, é o que nós queremos, o fortalecimento da federação. Vários países do mundo você tem esse modelo federativo. Mas em outros países europeus você presencia um federalismo forte, onde os estados e municípios são fortes. E várias políticas o Governo Federal apoia fortemente para ser executado pelo Estado e pelo município. No Brasil nós temos a federação, mas infelizmente foi sendo fragilizada ao longo de muitas décadas. Acho que chegou a hora de inverter o jogo".
     
    Rui Costa negou que a situação da Bahia irá se complicar com a falta de alinhamento ideológico entre o Palácio de Ondina e o Palácio do Planalto. "Acho que, o que interessa para quem está governando o Estado, o Governo Federal ou os municípios é fazer mais pelas pessoas. E consegue fazer mais quem deixar o interesse político de lado. Essa é a minha maneira de governar".
     
    Questionado pelos repórteres presentes, o governador preferiu não comentar o cenário econômico do governo. "Não sou economista", brincou ao finalizar a coletiva de imprensa.   BNews

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment