Após denúncias, Alberto Pimentel vai à Câmara se explicar aos vereadores


    O secretário-geral do PSL na Bahia e secretário municipal do Trabalho, Esporte e Lazer de Salvador (Semtel), Alberto Pimentel deciduu ir à Câmara Municipal de Salvador (CMS) para esclarecer as denúncias sobre a atuação do policial militar Jorge Bruno Guimarães na Semtel.
     
    "Será uma oportunidade para demonstrar que essa é, na verdade, uma tentativa de fabricar uma crise a partir de informações que não são corretas", disse Alberto Pimentel. O secretário-geral do PSL ressaltou que não houve agressões do policial militar à ex-namorada no relacionamento que findou em 2014. "O processo foi arquivado duas vezes por falta de provas e agora aguarda nova decisão do juiz", disse Pimentel.
     
    O titular da Semtel disse que "será um prazer ir à Câmara Municipal de Salvador, em nome, principalmente, do respeito que tenho à Casa, aos seus membros eleitos pelo povo. Será uma oportunidade para demonstrar a realidade e que tudo não passa de uma tentativa de criar uma crise".
     
    Alberto Pimentel salientou ainda que Jorge Bruno Guimarães e a esposa dele Fatty Mileyde Quispe Vega, de 32 anos, já sofreram demais com essa tentativa de "assassinato de reputação". "Infelizmente, a esposa do Jorge Bruno, que estava grávida de 12 semanas, começou a apresentar sangramentos assim que leu à primeiras manchetes que diziam que seu esposo era um agressor de mulheres. Nesta segunda-feira (18), eles perderam o bebê que esperavam", lamentou Alberto Pimentel. (BNews)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment