STF nega habeas corpus a empresário baiano preso na operação Offerus


    O Supremo Tribunal Federal negou habeas corpus ao empresário baiano Alex Ruaro Alves de Oliveira, preso durante a operação Offerus em 21 de agosto do ano passado. 
    A investida da Polícia Federal desarticulou um esquema criminoso de fraude a licitações, superfaturamento, desvio de recursos públicos, corrupção ativa e passiva e lavagem de ativos envolvendo a contratação do serviço de transporte escolar nos municípios de Salvador, Alagoinhas, Casa Nova, Conde, Ipirá, Jequié e Pilão Arcado.
    Segundo a ministra Cármen Lúcia, não houve ilegalidade ou “violação a princípios constitucionais” que fundamentassem o pedido da defesa. Na decisão, publicada pelo ‘Estadão’, a ministra afirmou que “há elementos suficientes para manter a prisão preventiva para garantir a ordem pública e evitar o risco de intimidação de testemunhas”.
    Na ocasião o BNews apurou que é dono da AXMóveis, empresa sediada na Rua Lucaia que comercializa móveis para escritório.
    Alex Rauro Alves foi detido em seu apartamento no condomínio Villaggio Panamby, no Horto Florestal, onde os agentes da PF apreenderam R$ 116 mil em espécie. Em sua casa de praia, em Guarajuba – distrito de Camaçari - foram apreendidos mais R$ 710 mil, uma pistola e carros de luxo.
    (BNews)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment