Biotecnologia melhora produção de caprinos na BA; animal pode ter 300% a mais de carne por dia


    Um projeto de melhoria genética tem aumentado a qualidade das cabras da região de Mirante, no sudoeste da Bahia. Conforme pesquisadores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), responsável pelo projeto "Transferência de Embriões Caprinos", a cabra que nascer desse processo de melhoria pode, por exemplo, ter um aumento de até 300% de carne por dia.
    A pesquisa, coordenada pelo professor Jurandir Cruz, do Departamento de Fitotecnia e Zootecnia (DFZ), é realizada por meio da escolha de dois reprodutores caprinos do projeto com uma genética avançada para a fecundação. Com isso, as cabras dos produtores recebem o embrião, gerando uma cabra com qualidade melhor.
    De acordo com o professor, a técnica já existe, a diferença é a utilização dessa biotecnologia a serviço dos produtores de baixa renda da região.
    Além disso, o tempo que um produtor levaria com investimento financeiro para desenvolver um animal com essa qualidade, que chegaria a oito anos, diminui para seis com a técnica.
    O trabalho é realizado em parceria com o professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Bruno Bastos, e também com o médico veterinário Thiago Feitosa.
    (G1 BA)

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment