Cansanção: prefeito e secretário são investigados por suposta ocupação irregular de imóvel federal


    O Ministério Público da Federal (MPF) vai investigar supostas irregularidades na ocupação e uso indevido de imóvel do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), localizado às margens do açude do Jacurucy, entre as cidades de Cansanção e Itiúba, no nordeste baiano. 
    As informações estão em uma portaria publicada nesta sexta-feira (31), assinada pelo procurador da República Claytton Ricardo de Jesus Santos, que instaurou um inquérito civil. De acordo com o órgão federal, o imóvel é ocupado pelo prefeito de Cansanção Paulo Henrique Passos Andrade (PR) e pelo irmão dele e secretário de Administração Alan Passos de Andrade.
    Ao BNews, o secretário Alan respondeu que o assunto foi esclarecido ao DNOCS, no ano passado. Ele afirmou que o local referido não foi ocupado de forma irregular, pois já funcionou como uma associação de pescadores. Acrescentou ainda que o imóvel está e sempre esteve à disposição do departamento, e que o prefeito não tem relação com o caso. Por fim, ele disse que imagina que o caso tenha sido denunciado pela oposição, e que vai levantar o histórico de vendas ilegais de áreas por parte dos líderes oposicionistas.Google Street View

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment