Hélio Ferreira diz que se for preciso rodoviários farão “até 30 dias de greve”


    O vereador e presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira (PCdoB) afirmou nesta segunda-feira (13) que se for preciso a categoria faz até 30 dias de greve, para defender a manutenção dos direitos trabalhistas. 
    “Nós vamos fazer uma reunião na próxima quarta e a tarde uma assembleia. Esperamos que a gente faça um bom acordo, dentro das nossas expectativas, não podemos ter um aumento abaixo da inflação, valorizar o nosso ticket, ônibus social, escolinha do sindicato ser absorvida a mão de obra. Só temos duas cláusulas econômicas na nossa pauta, todo o resto é social. Não tem motivo para os empresários ficar empurrando a categoria para uma greve. O que os empresários querem com a greve é desmanchar nossa convenção coletiva, acabar com nossos direitos e implantar a reforma trabalhista. Isso não vamos aceitar. Se precisar fazer até 30 dias de greve a gente faz, mas nossos direitos não aceitamos perder”, disse, durante sessão plenária na Câmara de Vereadores.  

    O Sindicato dos Rodoviários oficializou no último sábado que a greve da categoria está marcada para às 00h01 da próxima quinta-feira (16).
    O edil cobrou ainda responsabilidade da prefeitura em intermediar o diálogo entre os rodoviários e os empresários. “Nosso impasse é com os empresários, agora a prefeitura tem a responsabilidade de chamar os empresários a responsabilidade com a cidade de Salvador. Eles já tiveram o aumento da tarifa, cabe a eles retirar a contra pauta e oferecer uma proposta que contemple os trabalhadores e evite a greve”, afirmou./BNews
     

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment