Lula admite que estuda pedir semiaberto, mas condiciona ação à luta pela inocência


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou nesta sexta (3), em entrevista ao blog do Kennedy, que estuda pedir progressão de pena, ou seja, regime semiaberto. Lula, no entanto, deixou que só entrará com a ação desde que isso não seja uma admissão de culpa e que possa continuar tentando provar que é inocente. 
    "Por que você acha que eu digo que não troco a minha dignidade pela minha liberdade? Porque, de vez em quando as pessoas falam 'Ah, mas agora foi julgado e tem a tal da detração [penal] e você já pode sair'. Obviamente, quando os meus advogados disserem ´Lula, você pode sair´, eu vou sair. Só sairei daqui se qualquer coisa que tiver que tomar decisão não impedir de eu continuar brigando pela minha inocência", disse o petista.  Lula está preso desde abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, por corrupção. / Por: El País

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment