Nomeação em órgão da Receita Federal responsável pela Lava-Jato gera polêmica


    RIO — A mudança de comando na Coordenação-geral de Pesquisa e Investigação (Copei) da Receita Federal abriu uma crise interna no órgão. Auditores fiscais da unidade, responsável pelas mais importantes investigações da Receita sobre corrupção efraudes fiscais , reclamam que a nomeação do novo coordenador-geral, Ricardo Pereira Feitosa, que substitui Gerson Dagord Schaan, quebra uma tradição da Copei de ter na chefia - desde que foi - criada um auditor escolhido entre os quadros da Inteligência. Responsável por 10 Escritórios Regionais de Inteligência, a Copei foi um dos principais responsáveis pelo sucesso da Lava-Jato. Agência O Globo/

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment