Marta Rodrigues diz acreditar em crescimento de protestos para barrar Reforma da Previdência


    A vereadora de Salvador, Marta Rodrigues (PT), disse acreditar que os protestos da greve geral desta sexta-feira (14) tendem a ganhar musculatura e podem barrar a tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional.  
    “Acho que a tendência agora é essa crescente. E juntando com as denúncias da Intercept...Glenn [Grenwald] disse que vai soltar algo mais tarde e o ministro não fica sentado na cadeira...é outro processo que vem junto [...] é isso que estamos buscando para barrar como foi em 2017. Depois daquela greve de 2017, o Temer retirou a reforma da pauta e é isso que nós queremos com essa greve de hoje”.
    O relator da matéria na Comissão Especial da Câmara que analisa o assunto, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) fez a leitura de seu parecer nesta quinta-feira (13), tirando capitalização, Benefício de Prestação Continuada (BPC), trabalhador rural e mantendo a Previdência Social na Constituição Federal.
    “O recuo de ontem com relação à capitalização já foi um avanço. Não é o que a gente quer, mas já foi um avanço. Até porque o regime que nós acreditamos é o regime solidário. Não dá para deixar por conta...como a gente diz, é a reforma de murici, cada um cuida de si. Quem tem dinheiro, paga. E quem não tem, que é a maioria, vai ver como?”, argumentou Marta Rodrigues, durante o ato desta sexta no Campo Grande, em Salvador.BNews
     

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment