Pesquisa: 58% estão insatisfeitos com o funcionamento da democracia


    Quase 6 em cada 10 brasileiros não estão satisfeitos com o funcionamento da democracia no Brasil. A conclusão é do Barômetro das Américas (Lapop), pesquisa de opinião que avalia a percepção sobre o sistema democrático e as instituições políticas no continente americano. De acordo com a Folha, o percentual registrado (58%), contudo, representa uma queda em relação ao aferido em 2017 (78%).
     
    Ainda segundo a Folha, a pesquisa aponta que também cresceu a proporção dos que acreditam que a democracia é a melhor forma de governo. Eram 52% em 2017, agora são 60%. Cerca de um terço da população, porém, é favorável a um golpe militar em um cenário de muita corrupção.
     
    Entre janeiro e março, o Barômetro entrevistou 1.498 brasileiros em cidades de todo o país. A pesquisa é coordenada pela Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, e é realizada desde 2006, em geral a cada dois anos.
     
    No Brasil, o estudo teve parceria da Fundação Getulio Vargas (FGV) e a coleta das entrevistas foi feita pelo Ibope. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais.

    Para 35% dos brasileiros, um golpe militar seria justificável em um cenário de muita corrupção. O apoio ao golpe cresce para 43% entre os que se consideram de direita e para 47% entre evangélicos. Ainda assim, a maioria dos brasileiros (65%) é contrária à tomada do poder pelos militares. Não houve variação em relação aos resultados 2017.Também é expressivo, embora minoritário, o percentual de entrevistados que acham que o presidente pode dissolver o STF (Supremo Tribunal Federal) e governar sem o tribunal caso o país enfrente dificuldades: 38%. O número mais que dobrou desde 2012, quando 13% eram favoráveis à medida. Aqui a direita também se destaca, com 52% favoráveis à medida.

     
    Voltou a crescer o percentual dos que consideram a democracia a melhor forma de governo. Eram 52% em 2017, agora são 60%. Ainda assim, 58% dizem que não estão satisfeitos com o funcionamento do sistema democrático brasileiro. Apesar de expressivo, houve queda de 25% no percentual de insatisfeitos em relação a 2017.
     
    Confiança nas instituições
    Cresceu a proporção de brasileiros que dizem respeitar as instituições políticas. Dos 41% em 2017, agora são 51%, segundo maior valor da série histórica, que teve início em 2006. Comparativamente, contudo, o resultado não é dos mais animadores. De 13 países avaliados no levantamento, o Brasil é o 9º lugar no ranking de respeito às instituições. Fica atrás de Nicarágua, México e Guatemala, por exemplo.  A instituição que mais gera confiança são as Forças Armadas (70%). Os brasileiros também são o segundo povo que mais aprova os militares —perdem apenas para os equatorianos (73%). Congresso e partidos políticos, por sua vez, estão na lanterna, com a confiança de 31% e 13%, respectivamente.

    Corrupção
    Para 79% dos entrevistados, mais da metade dos políticos é corrupta. Esse é o terceiro maior valor entre 13 países pesquisados, perdendo apenas para Peru e Panamá. Os que acreditam que todos são corruptos somam 29%, cerca de 1 a cada 4.Por: Reprodução
     

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment