PRF desarticula organização criminosa especializada em fraudes veiculares em Salvador


    A polícia Rodoviária Federal (PRF), desarticulou nesta quinta-feira (06) uma associação criminosa, especializada na adulteração de elementos identificadores de automóveis de luxo. A ação ocorreu às margens da BR 324, trecho do município de Salvador.
    Durante a investigação, constatou-se que a atuação da quadrilha era baseada na adulteração, onde os criminosos trocam a identificação do veículo e seus documentos para que pareça ser um veículo regular, também conhecida como clonagem.
    Nesta modalidade o veículo recebe placas de outro veículo idêntico e o proprietário desse veículo, que se encontra em situação regular, torna-se a segunda vítima dos criminosos pois passa, muitas vezes, a receber multas de trânsito por infrações relacionadas ao veículo clonado.
    Com base nas informações recebidas e análise criminal, os policiais iniciaram monitoramento de veículos suspeitos, localizando um Jeep Renegade e após técnicas de análise nos elementos identificadores do carro, constaram que se tratava de um automóvel com ocorrência de roubo, registrada no mês de abril/2019, na capital baiana.
    As placas originais do Jeep Renegade foram trocadas por outras para ‘burlar’ a fiscalização.
    O esquema criminoso negociava os veículos adulterados em redes sociais da internet e muitas das vezes, os carros de luxo eram oferecidos por valores de mercado, multiplicando o lucro da associação e tornando rentável o negócio, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados.
    Ressalta-se que o impacto dos crimes praticados pela associação criminosa resulta em múltiplas vítimas e gera prejuízos a sociedade.
    Ao todo, cinco indivíduos suspeitos de participação na atividade criminosa foram detidos e três veículos com indícios de adulteração foram apreendidos. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal.
    O combate às fraudes veiculares é uma das áreas de atuação ordinária da PRF e ações pontuais são realizadas sempre que se constata uma maior incidência desse tipo de crime em determinadas regiões do país.Por: Reprodução

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment