Coronel diz que Senado vai trabalhar para “sustar” decretos e medidas de Bolsonaro após declarações polêmicas


    A pós as sucessivas declarações polêmicas do presidente da República, Jair Bolsonaro, o senador Angelo Coronel (PSD) afirmou que o Senado vai trabalhar para derrubar os decretos e medidas provisórias editadas pelo presidente, independente do conteúdo. A última declaração que causou reação do Congresso Nacional é a que agride o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.
    Para Coronel é preciso colocar uma mordaça em Bolsonaro. “O povo brasileiro tem que colocar uma mordaça no presidente porque toda vez que ele abre a boca é uma ‘diarreia verbal’. É um absurdo ele usar dos argumentos do poder para depreciar figuras marcantes do passado, inclusive pessoas da família. Acredito que na reabertura do congresso, no dia 6, possamos trabalhar para conter essas declarações”, disse o senador durante a inauguração da Policlínica de Juazeiro, nesta terça-feira (30).
    Para alguns parlamentares, o excesso de medidas provisórias e decretos é uma maneira de burlar o Parlamento, o que corroborado pelo senador. “Ele está trabalhando em cima de medidas provisórias e decretos apenas. Vamos trabalhar para sustar os decretos, principalmente que não tem nada a ver e medidas provisórias”.
    Matérias relacionadas:

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment