“Está mais para quadrilheiro do que para promotor”, diz Wagner sobre Deltan Dallagnol


    O senador Jaques Wagner (PT-BA) voltou a criticar nesta terça-feira (30) o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. Ele é o protagonista, junto com o ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro, dos diálogos divulgados pelo site The Intercept Brasil, nos quais aparecem se articulando para interferir nos rumos da investigação.
    Wagner disse que pretende processar Deltan por causa das situações mostradas nas conversas, mas vai esperar o desenrolar das publicações feitas pelo Intercept para formular a ação. 
    “Perante a opinião pública, já está mais do que claro que tipo de ação que esse senhor teve, que não tem nada a ver com o Ministério Público, tá mais pra quadrilheiro do que para promotor”, atacou o senador, em entrevista à imprensa durante a inauguração da Policlínica de Juazeiro, que acontece nesta manhã na cidade, com presença do governador Rui Costa. 
    Reforma Tributária
    O senador afirmou que os estados do Nordeste estão avaliando como vão se posicionar em relação à proposta de reforma tributária apresentada pelo deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), que, entre outras coisas, unifica tributos sobre o consumo. Ele ainda disse que sua principal preocupação é em como ficará a divisão dos tributos para os estados, principalmente da região Nordeste.

    “Estamos esperando uma reunião com o secretário da Fazenda amanhã. A reforma tributária tem que sempre equilibrar a federação, principalmente a gente sendo uma região que sempre foi prejudicada na distribuição do bolo federativo. Pedi para nossa equipe para resgatar a proposta do presidente Lula, que foi pra Câmara e  acabou não prosperando”, contou. /BN

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment