Sem a Rede Globo saber, Dony De Nuccio fatura R$ 7 milhões em trabalhos com o Bradesco

    Por: reprodução 


    O jornalista Dony De Nuccio, apresentador do Jornal Hoje, da Rede Globo, faturou nos últimos dois anos um total de R$ 7.239.692 produzindo “road shows telepresenciais”, vídeos, cartilhas e palestras para o Banco Bradesco. O problema, porém, é que as atividades contrariam seu contrato com a Globo e põem em xeque um dos pilares dos princípios editoriais da emissora, que é a isenção jornalística.
    O comunicador só revelou suas relações com o Bradesco a seus chefes na Globo há duas semanas, quando o site Notícias da TV publicou em primeira mão que ele gravou vídeos internos enaltecendo produtos da Bradesco Seguros, outra empresa do grupo financeiro. A Globo entendeu que não houve má-fé de Dony, mas o repreendeu por violar suas normas editoriais.
    “A TV Globo reconhece que não houve má-fé por parte de Dony De Nuccio. Mas afirmou a ele que as regras existem, entre outras razões, para evitar que jornalistas sejam questionados e tenham que dar esclarecimentos tão detalhados à imprensa.”
    O Notícias da TV obteve com exclusividade cópias de 25 notas fiscais, emitidas entre 12 de julho de 2017 e 17 de junho deste ano, pela empresa da qual Dony é sócio. Dessas 25 notas, oito foram canceladas. As 17 notas válidas somam R$ 7.239.692. Dessas, as que mais chamam a atenção são duas notas de R$ 2.000.000 cada, ambas de 26 de março último, pela “prestação de serviços profissionais de ‘road show telepresencial’, para fins de treinamento” (confira ao lado). Há ainda uma NF de R$ 1.172.400, de 4 de fevereiro, e uma de R$ 1.384.000, de 17 de abril último, ambas por “treinamento telepresencial”.
    Quase todas as notas fiscais foram emitidas pela Prime Talk Produções e Assessoria Ltda contra o Banco Bradesco S/A; só uma foi contra a Bradesco Seguros. A Prime Talk, uma produtora de vídeos, foi aberta em 15 de março de 2017 por Adonay De Nuccio, que é o verdadeiro nome do apresentador, e pelo comentarista econômico Samy Dana, dispensado pela Globo na semana passada.
    Por meio do departamento de Comunicação da Globo, Dony informou “que em meados de julho retirou-se totalmente da empresa”. Nos registros da Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), no entanto, a Prime Talk continua no nome de Dony e Samy Dana. Cada um tem R$ 4 mil dos R$ 8 mil de capital social da firma, que oficialmente funciona na casa do apresentador do Jornal Hoje, na alameda Bela Cintra, em São Paulo.

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment