Traficante é preso pela PF após mulher postar localização na rede social


    Procurado pela Interpol e apontado como responsável por lavar dinheiro de uma organização que fazia tráfico de drogas, Ronald Roland foi preso pela Polícia Federal, na tarde desta terça-feira (9), em São Paulo. Segundo o G1, a prisão foi realizada após a mulher de Ronald colocar no Instagram o local onde almoçavam, o restaurante Uru Mar y Parrilla. 
    Ele era foragido da Operação Flak, da PF em Tocantins, que investiga uma quadrilha que usava aeronaves e um submarino no tráfico internacional de cocaína. A Justiça Federal do Tocantins ordenou, em março, a inclusão dos nomes de 11 foragidos da Operação na lista da Interpol.
    Ainda de acordo com a publicação, Roland também foi citado nas operações Dona Bárbara (SP) e Veraneio (MT), como responsável pela aquisição e preparação das aeronaves para o transporte de cocaína, além de lavar o dinheiro. A relação de Roland com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e os cartéis mexicanos é mencionada no relatório final da Operação Dona Bárbara.
    Ele foi levado para a carceragem da Polícia Federal. Roland está com hematomas no rosto porque se recupera de uma cirurgia plástica.  Por: Reprodução/Instagram 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment