Camaçari: Conselheiro tutelar usava carro público para levar filho ao médico e esposa para fazer compras


    O conselheiro tutelar Leonardo Oliveira Santana, de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, foi acionado, nesta quinta-feira (1º), pela 7ª Promotoria de Justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA) por atos de improbidade administrativa que teriam sido cometidos no âmbito do Conselho Tutelar da Orla da cidade. 
    A irregularidade foi noticiada ao MP por um motorista que informou ter recebido, entre os meses de fevereiro e junho de 2018, solicitações do conselheiro para que “fizesse favores pessoais”, a exemplo de levar seu filho ao médico, sua esposa para realizar compras, além de transportar outras pessoas, “sempre usando o veículo público e os serviços de motoristas do conselho”. 
    Na ação civil pública, o promotor de Justiça Everardo José Yunes Pinheiro pede que a Justiça determine a perda do cargo de Leonardo, suspenda seus direitos políticos e condene o réu a ressarcir aos cofres públicos os valores atualizados correspondentes ao prejuízo que causou ao erário, por meio da utilização pessoal do veículo e de serviços de motoristas do conselho. 
    A ação dá conta ainda de que um dos motoristas chegou a ser transferido para outra unidade por ter se recusado a atender os pedidos de Leonardo. Na apuração dos fatos, o MP confirmou a notícia prestada pelo motorista por meio do depoimento de outra conselheira, que afirmou ter presenciado alguns dos pedidos do colega dirigido aos motoristas do conselho. /Google Street View 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment