Empresário que teria sido ameaçado de morte por Popó nega ter vazado informações processuais


    O ex-pugilista Acelino "Popó" Freitas está sendo investigado pela Polícia Civil após a denúncia de um empresário que alega ter sido ameaçado de morte pelo ex-atleta. O fato teria ocorrido após uma discussão entre o homem identificado como Diego Mentor Borges Melo e Igor Freitas, filho de Popó. O ex-boxeador explicou ainda que Diego é um ex-sócio do filho e que os dois já haviam se desentendido por causa de um evento que realizaram e que acabou dando prejuízos. Diante da confusão, Popó disparou: "Eu vou processar ele. Já estou entrando com danos morais". Por causa da ameaça de processo, o escritório de advogacia que representa Diego enviou nota ao BNews esclarecen o seguinte:
    "No que tange às declarações prestadas a este meio de comunicação pelo Sr. Acelino Freitas (“Popó”) acerca da matéria intitulada 'Popó diz que vai processar empresário após suposta acusação de ameaça de morte', o Sr. Diego Melo, meu cliente, vem esclarecer que não foi o responsável pela divulgação dos fatos e informações processuais na mídia e não tem a intenção de promover qualquer cobrança pública e/ou vexatória em face do ex-pugilista ou do seu filho, o Sr. Igor Freitas, contudo, espera que a repercussão do caso motive toda as partes envolvidas a adotarem condutas para resolução pacífica do litigio, já que, em seu depoimento prestado ao site, o próprio Acelino Freitas reconheceu que a festa organizada pelos envolvidos 'acabou dando prejuízos', como diz a reportagem acima citada. No que se refere à ameaça e aos demais fatos ocorridos dentro do cinema do Salvador Norte Shopping, o meu cliente se abstém de comentar o assunto, vez que a situação ainda se encontra estão sob investigação da Autoridade Policial competente". /Por: Divulgação 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment