Novo comandante da 15ª CIPM ouve moradores de Stella Maris


    Uma base da PM de prontidão na Avenida Mãe Stella de Oxóssi, desde esta terça-feira (13), indicava que a comunidade do bairro de Stella Maris, assustada com o crescimento dos registros de assaltos a ônibus e pedestres na via, começava a ser ouvida. E foi com esperança que os moradores ouviram o novo comandante da 15ª CIPM, o tenente coronel Eurico Filho, afirmar que o policiamento mais ostensivo vai ser diário, antecipando algumas estratégias para mapear as áreas de risco, como a utilização de drones e outros recursos indicados pela equipe de inteligência.
    O encontro para dar as boas-vindas ao comandante que assumiu o cargo há 12 dias, e expor as principais reivindicações na área de segurança pública, foi convocado pela Associação Stella4Praias, que reúne moradores e empresários do bairro, no Grand Hotel Stella Maris. O Comando-Geral da PM foi representado pelo tenente coronel Elias Neves, do Comando de Policiamento da Capital-Atlântico, que falou da importância da aproximação da corporação com a comunidade. Participou do evento também o capitão Rosário, da 15ª CIPM.
    Paredões
    Ao recepcionar os oficiais, a presidente da Stella4Praias, Clarice Bagrichevsky, resumiu as maiores deficiências do bairro, incluindo a proximidade com as dunas e a ocorrência constante de “paredões” regados a drogas e bebidas no trecho da praia. Vários moradores também se manifestaram, expondo questões específicas de localidades como Jardim Encantamento, Petromar, Alamedas da Praia, Praia do Flamengo e Loteamento Marisol.
    “Minha filosofia é a de humanizar o quartel, chamar a comunidade a participar das definições das ações, ouvir as sugestões. Quero me sentir pertencente a esta comunidade e posso garantir que o efetivo está motivado”, prometeu o comandante Eurico Filho. Segundo ele, nos 12 primeiros dias de gestão na 15ª CIPM, que engloba da Avenida Orlando Gomes à Praia do Flamengo, na divisa com o município de Lauro de Freitas, já foram feitas 4.449 abordagens, com 25 pessoas conduzidas à delegacia, 16 em flagrante. Para sair da zona de conforto, alterou os pontos de abordagem e intensificou as blitzes. /BNews

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment