Recomeço de trabalhos na AL-BA tem cobrança da oposição sobre votação de contas de Rui


    O recomeço dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) foi marcado por cobranças do líder da bancada de oposição, Targino Machado (DEM), para que as contas do governador Rui Costa (PT) sejam colocadas na pauta de votação.
    A sessão desta segunda-feira (5), contudo, foi encerrada por falta de quórum, sem que nenhuma proposição fosse discutida.
    Na última semana, o BNews apurou que nenhuma das contas dos quatro anos iniciais do primeiro mandato de Rui ainda não passaram pelo crivo da AL-BA. Dos pareceres prévios emitidos pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), apenas o de 2015 foi apreciado na comissão de Finanças e Orçamento da Casa e enviado à Mesa Diretora.
    As contas referentes a 2016 e 2017 só foram distribuídas para emissão de parecer na comissão no começo deste ano e estão, respectivamente, sob responsabilidade dos deputados Vitor Bonfim (PL) e Zé Raimundo (PT). 
    "Fica parecendo que ou o Legislativo tem algo a esconder, não quer discutir e é preguiçoso ou governo tem alguma coisa a esconder", bradou Targino, ao cobrar posicionamento do presidente da Casa, Nelson Leal (PP).
    "O governador já me ligou pedindo que vote as contas. Vamos agilizar a votação de todas essas contas", respondeu Leal, prevendo que os quatro relatórios podem ser votados até o final do ano. 
    "Se as contas não vierem para votação, vamos obstruir todas outras matérias", reiterou Targino, em entrevista ao BNews no final da sessão. /BN

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment