Após polêmica, "vaca pintada" de baiana de acarajé é retirada da Graça


    Uma escultura de uma vaca pintada de baiana de acarajé foi retirada do bairro da Graça, em Salvador, nesta sexta-feira (11), após polêmica nas redes sociais, quando usuários compartilharam publicações avaliando a obra como racista.
    A peça é uma das 59 esculturas espalhadas pela capital baiana, que são resultado de pinturas feitas por artistas locais. Elas fazem parte da 13ª edição da CowParade, considerado o maior evento de arte a céu aberto do mundo. A assessoria do evento confirmou ao BNews a retirada da peça.
    A CowParade tem realização do Ministério da Cidadania, além do apoio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), ligada à prefeitura.
    "Não é nem vaca e nem humano, é uma mulher negra. O artista vai dizer que não pensou isso, e eu acredito nele. Isso [racismo] opera numa subjetiva [metafísico] tão f***** que alicerça a vida do sujeito e ele quase nunca se percebe [já naturalizou] até materializar", escreveu um usuário do Facebook.
    No site oficial do evento não consta o nome do artista responsável pela pintura, como consta em outras peças.
    Até a publicação desta nota, a assessoria da CowParade não enviou uma nota de posicionamento sobre o caso.  / Por: Reprodução/Facebook 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment