Delegada acusada de tortura é exonerada e deixa o comando da Furtos e Roubos de Salvador


    O delegada Carla Santos Ramos, acusada de participar de um episódio de tortura a uma mulher em Salvador, teve a exoneração publicada, nesta quinta-feira (10), no Diário Oficial do Estado da Bahia. Com isso, ela deixa o comando da “Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos do Município de Salvador”.
    No entanto, conforme texto assinado pelo governador Rui Costa, Carla permanece como integrante da Polícia Civil baiana, ou seja, não houve perda de cargo. Quem assume a delegacia, segundo publicação, é Glauber EIji Uchiyama.
    Ela e outros três investigadores chegaram a ser presos, na última segunda (7), sob suspeita de agredir uma mulher detida no início do mês. A vítima fez uma denúncia contra os policiais à Corregedoria da Polícia Civil, onde os agentes foram levado para prestar depoimentos. Todos foram liberados na manhã de terça-feira (8). /Por: Reprodução 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment