Família acusa diretora de agredir criança dentro de escola particular em Salvador


    Com hematomas nas nádegas, um menor de 8 anos foi supostamente agredido pela diretora da instituição particular Escola Estação Infância, no bairro da Pituba. O caso teria acontecido na manhã da última quarta-feira (02). 
    O pai da criança relatou ao BNews, que a gestora da unidade buscou o filho na sala de aula para levá-lo para a recepção, devido a recusa da criança que estava no chão, a diretora o arrastou até o local, por volta de 50 metros, de acordo com o denunciante. 
    Ainda de acordo com o pai da criança, a direção enviou fotos e vídeos falando do comportamento da criança para e convocando os pais para uma reunião. A redação teve acesso ao conteúdo midiático, e nas imagens é possível verificar a criança deitada no chão da escola. 
    Inclusive, o pai do menor afirma que é de costume da direção registrar vídeos de como a criança está procedendo no ambiente escolar. 
    “Repudio a ação da escola, como a gente deixa nossos filhos num local para serem cuidados e orientados sobre boas práticas e, no fim das contas, não sabem lidar com a criança?”, questiona o pai.
    A situação vai ser investigada pela Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente, em Brotas. Um exame de corpo de delito será realizado. 
    Em nota, a instituição esclarece que os fatos não ocorreram da forma que estão sendo narrados. "A Escola Estação Infância tem por prioridade a integridade física e psíquica de seus alunos.  O suposto fato está sendo apurado pela Delegacia. Por envolver uma criança, pensando em preservar a imagem e direitos conferidos a criança e ao adolescente, no momento não vamos pronunciar nenhum posicionamento".
    A escola ainda afirmou que "posteriormente, após analisar todo o ocorrido, se não for trazer nenhum constrangimento a criança, emitiremos nota esclarecendo os fatos e as possíveis dúvidas". /BNews 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment