Humanizar para Proteger: Base Comunitária de Segurança atende 500 moradores de Itinga em projetos sociais; assista


    A Base Comunitária de Segurança (BCS) de Itinga tem cerca de 500 alunos nos projetos que vão desde aulas de teatro a práticas de atividade física para idosos. A adesão da comunidade é consequência da relação construída entre a Polícia Militar (PM) e os moradores de Itinga. ‘’Eu tenho visto pessoas que mudaram de vida a partir dessa iniciativa da Polícia Militar em se colocar como parceira, amiga, abrir portas e mostrar que estamos aqui pra fazer um trabalho diferenciado mesmo, tirando da ociosidade e mostrando outros caminhos, possibilidades. Acho que temos mudado vidas!’’, disse a comandante da base, tenente Naila. 
    BNews, que iniciou o projeto ‘Humanizar para Proteger’, esteve presente na BCS de Itinga para conhecer o trabalho desenvolvido. ‘’A Base Comunitária se estabeleceu com o intuito de melhorar a rotina da comunidade, no que se refere a segurança pública, através da aproximação da polícia com a comunidade e hoje a gente percebe que temos ações consolidadas nesse sentido como: o Dia das Crianças, Natal na Base, garota BCS e outros projetos que ocorrem praticamente de maneira intermitente como: Vidas em Cena, Vida Leve e Anjos Marrons’’, contou a tenente Naila.  
    A jovem de 17 anos, Natálie Souza, iniciou no Vidas em Cena, em 2016, e atualmente é um dos talentos do projeto. ‘’Decidi entrar no teatro para perder minha timidez e eu digo que a arte me transforma como pessoa como ser humano, minha forma de agir, pensar, falar, amo o que faço e já tenho certeza que é isso que eu quero pra minha vida’’.
    Além do amor pela arte, Natálie ainda foi indicada como atriz no prêmio Braskem. ‘’O prêmio Braskem me deu a certeza de que eu estou no caminho certo. Quero entrar na escola de teatro, aprender mais e levar isso que eu aprendi pra outras pessoas também’’.  / Por: Reprodução/YouTube 
    Assista a matéria completa: 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment