Câmara derruba decisão do STF e reintegra deputado afastado


    233 parlamentares decidiram manter no cargo o deputado José Wilson Santiago (PTB-PB), afastado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).  Na sessão da noite desta quarta-feira (5), a Câmara dos Deputados derrubou a decisão do ministro Celso de Mello, que havia determinado o afastamento do mandato de Santiago. 
    170 deputados votaram a favor do afastamento. Eram necessários 257 (metade da composição da Casa). Votaram contra 233 deputados e houve sete abstenções.  O parlamentar, no entanto, deverá responder a um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, conforme recomendou o parecer aprovado do relator Marcelo Ramos (PL-AM). 
    Wilson Santiago foi afastado por uma medida cautelar do STF em 19 de dezembro. Na decisão, o ministro argumentou que Santiago colocou o mandato "a serviço de uma agenda criminosa".
    Ele foi denunciado pela Procuradoria Geral da República em dezembro passado pelos crimes de corrupção passiva e organização criminosa por supostamente ter desviado recursos destinados à construção da adutora Capivara no Sertão da Paraíba.

    Em nota no dia do afastamento, a defesa de Santiago afirmou que ele recebia "com respeito e acatamento a decisão do ministro Celso de Mello" e que estava "absolutamente tranquilo" e demonstraria "a inexistência de qualquer relação com os fatos investigados".
    Com informações do G1

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment