Em Salvador, ministro do Turismo nega esquema de laranja no PSL: “minha consciência está tranquila”




    O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), negou que exista candidatura laranja no PSL de Minas Gerais, durante passagem por Salvador, na tarde desta quinta-feira (20), onde se reuniu com o trade turístico baiano. 
    “Primeiro, não houve esquema de laranja do PSL em Minas Gerais, isso está no âmbito da Justiça. O inquérito correu em segredo de Justiça e não existe uma linha que me atribui de procedimento inadequado. Naquele momento eu fui indiciado pela teoria do domínio do fato, como se eu tivesse obrigação de saber de tudo que acontecia, na verdade por indício porque nada foi provado. Minha consciência está tranquila, sigo trabalhando para gerar emprego e renda no setor do turismo do Brasil”, afirmou, após ser questionado pelo BNews, durante coletiva de imprensa, no hotel Fasano, no centro da cidade. 
    Ex-presidente estadual do diretório de Minas do PSL, ex-partido do presidente Jair Bolsonaro, Álvaro Antônio é investigado por supostamente ter envolvimento com candidaturas de fachada para desviar dinheiro de fundo eleitoral. A Polícia Federal (PF) indiciou Marcelo Álvaro Antônio em 2019, alegando uso de candidaturas-laranja no PSL em Minas Gerais. A PF indiciou o ministro por associação criminosa, apropriação indébita e falsidade ideológica eleitoral. Outras dez pessoas foram indiciadas, entre elas o assessor especial do ministério, preso em junho.
    Agenda em Salvador  
    Marcelo Álvaro Antônio desembarcou em Salvador nesta quinta-feira (20), para encerrar a agenda de pré-carnaval da pasta. A ideia é verificar in loco os preparativos da festa que deve movimentar cerca de R$ 8 bilhões na economia do Brasil, segundo estimativas da Confederação Nacional do Comércio (CNC), o maior desde 2015. Ele visitou a central de vendas dos abadás para entender como o processo impacta na economia não só de Salvador, mas da Bahia. “Só a Central gerou mais de 2 mil empregos temporários em função do Carnaval”, ressaltou o ministro.  O ministro se reuniu com o trade turístico da capital baiana. 
    “Vamos debater com o trade turístico as ações a serem implantadas visando o desenvolvimento do turismo. A gente vive há muitos anos no Brasil com o processo de burocracia muito grande para o desenvolvimento dos empreendimentos, acredito que esse é o principal assunto a ser debatido. As legislações, os licenciamentos ambientais, muitos entraves que impedem os grandes empreendimentos de desenvolverem no Brasil. Nosso empenho é desburocratizar, desregulamentar, obviamente com a responsabilidade ambiental”, afirmou.  /BNews

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment