Leal volta a dizer que aprovação de PEC da Previdência não terá reflexo em eleições municipais


    O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado Nelson Leal (PP), não acredita que a imagem do governador Rui Costa (PT) possa ter sido prejudicada pela votação da Proposta de Emenda Constitucional  (PEC) 159, que modifica as regras da Previdência dos servidores estaduais - ou por seus consequentes desdobramentos. 
    Após tumulto e quebra-quebra registrados no último dia 31 de janeiro, a PEC foi aprovada em dois turnos com os deputados encastelados na sala das comissões da casa legislativa. Em entrevista ao BNews, o presidente da AL-BA avaliou que o episódio não terá influência na disputa pelo palácio Thomé de Souza em outubro desse ano.
    "O que aconteceu na assembleia não tem reflexo, no meu entendimento, na eleição de Salvador", respondeu ao ser questionado sobre a hipótese nesta segunda-feira (10). Leal participa das inaugurações de uma Policlínica Regional e da primeira etapa da ampliação do Hospital do Oeste em Barreira, região oeste do Estado, nesta manhã.
    Sobre a definição das candidaturas que serão apoiadas pelo governador na disputa pela sucessão do prefeito ACM Neto (DEM), Leal avalia que só no final de março - quando é finalizado o processo de filiação partidária - será possível ver como as peças estão dispostas no tabuleiro eleitoral.
    Leal também não acredita na viabilidade de um sufrágio concentrado em dois candidatos desde o primeiro turno - com um concorrente apoiado pelo governador e outro pelo prefeito. "É muito difícil fazer uma eleição bi partidária em Salvador. Há vários partidos interessados em lançar candidatos na disputa - principalmente com as mudanças na eleição proporcional, sem coligações", explica.
    *O repórter Luiz Felipe Fernandez está em Barreiras cobrindo as inaugurações da Policlínica e Hospital do Oeste  /BNews

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment