Vereador bolsonarista foi um dos líderes do motim no quartel onde Cid Gomes foi baleado


    Sargento Aílton, vereador bolsonarista do Solidariedade de Sobral, no Ceará, está entre os líderes do motim de policiais em greve no quartel onde o senador Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado nesta quarta-feira (19). O edil apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro em 2018 e, segundo o UOL, desde 2017 participa de atos em prol do atual presidente da República.
    O vereador, que saiu derrotado na última eleição para deputado estadual, estava em uma trincheira improvisada pelos grevistas no batalhão, no momento em que Cid Gomes invadiu a barricada com uma retroescavadeira. Ele era um dos poucos que não estavam encapuzados.
    Ainda de acordo com o UOL, ele teria discutido com o senador e até tentado segurá-lo pela camisa, instantes antes dos tiros serem disparados.
    Em seu perfil nas redes sociais, o vereador compartilhou vídeos e fotos, que comprovam a sua adesão ao movimento na cidade de Sobral. / Por: Reprodução/ Redes Sociais 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment