Vilma Reis defende candidatura com "trajetória de luta" para o PT, mas pondera sobre Denice


    O socióloga Vilma Reis, uma das pré-candidatas à prefeitura pelo PT, defendeu, em entrevista ao BNews nesta segunda-feira (10), uma candidatura com "trajetória de luta" na esquerda para representar o partido na eleição municipal, mas ponderou ao falar sobre o nome da major Denice Santiago, defendida pelo governador Rui Costa.
    "Como nós estamos num partido bastante plural, diverso nos seus pensamentos, todos as pré-candidaturas que estão aí têm direito de se apresentar. Agora, nós que estamos dizendo que, depois do assassinato brutal de Marielle, a maior resposta que nós podemos dar é eleger mulheres negras de esquerda com longa trajetória de luta nos direitos humanos. Nós defendemos esse projeto", respondeu.
    Com um discurso incisivo contra a atuação da Polícia Militar na Bahia, Vilma não rechaçou a candidatura de Denice, ao ser questionado pela reportagem se há contradição no lançamento do nome da policial, que integra esse sistema criticado pela socióloga.
    "Não vamos fazer fala contra pré-candidatura de mulher negra, porque nossa posição é contra o patriarcado", concluiu.
    Na ocasião, a socióloga informou que no próximo sábado (15) será realizado mais um encontro do PT para discutir o método para lançamento das candidaturas à prefeitura. Agora, a gente vai decidir como será o método de escolha das nossas pré-candidaturas da majoritária. Como vamos escolher, se é por prévias ou encontro", explicou. /BNews
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment