Governador da Bahia critica MP de Bolsonaro que suspende trabalho por 4 meses: “A queda e o coice”


    O governador da Bahia, Rui Costa (PT) criticou veementemente a Medida Provisória (MP) publicada "Diário Oficial da União",  no domingo (22), autorizando que contratos de trabalho e salários sejam suspensos por até quatro meses durante a crise do Coronavírus. A MP dispõe também sobre outras medidas que afetam o trabalhador. 
    “A queda e o coice. Nós estamos vivendo um desastre na economia e as pessoas estão sem poder ter trabalho e renda. Uma Medida Provisória que os pobres vão ficar quatro meses sem salários, como o povo vai colocar comida em casa ? Não dá para entender as medidas inadmissíveis do governo federal”, disse, Rui Costa, nesta segunda-feira (23), durante entrevista à TVE. /Por: BNews

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment