Sobe para 76 o número de casos de coronavírus na Bahia; 46 em Salvador


    A Bahia registra 76 casos confirmados com coronavírus (Covid-19) na Bahia. Ao todo são 725 casos descartados e não há óbitos. Segundo a Sesab, este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 11 horas desta terça-feira (24). Todos os casos novos foram importados ou de transmissão local.
    Os municípios com casos positivos são estes: Alagoinhas (1); Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Conceição do Jacuipe (1); Conde (1 – paciente reside em Campinas, em São Paulo); Feira de Santana (6); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); Salvador (46, sendo três pacientes residentes em localidades fora da Bahia); e Teixeira de Freitas (1).
    Segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. O paciente com diagnóstico positivo pode cursar com grau leve, moderado ou grave e a depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. 
    Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.
    O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.
    Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2
    Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:
    1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
    2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
    3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
    4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
    5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

    Os pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras  /Por: Divulgação 

    Escrito por folha

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.



      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comments:

    Post a Comment