Bolsonaro diz que Moro teve "fim melancólico"


    O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), classificou a situação atual do ex-ministro Sergio Moro como "melancólica", após os dois entrarem em conflito por supostamente o presidente tentar interferir politicamente na Polícia Federal.
    "Qual parte do vídeo contém a mínima comprovação de uma interferência minha na Superintendência do Rio de Janeiro, ou de qualquer outro estado ou diretoria-geral da PF? Zero, não tem nada. Isso é um tiro n'água. Lamento [...] Moro ter um fim melancólico", afirmou à jornalistas na noite desta sexta-feira (22).
    Nesta tarde, o ministro Celso de Mello autorizou a divulgação do vídeo da reunião ministerial que comprovaria a tentativa de interferência de Bolsonaro na Polícia Federal.
    No vídeo da reunião é possível assistir ao presidente afirmando que iria interferir em todos os ministérios. Ele também pediu para que os auxiliares se posicionassem politicamente.
    "Tem que tirar a cabeça da toca. Tem que fazer sua parte. [...] Eu tenho poder e vou interferir em todos os ministérios. Não posso ser surpreendido com notícias. Vou interferir e ponto final", disse Bolsonaro aos ministros. / Por: Marcos Corrêa/PR 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment