Câmara aprova emenda que suspende taxas de mototaxistas, taxistas e motoristas de ambulância


    A Câmara Municipal de Salvador (CMS) aprovou na manhã desta terça-feira (5), uma emenda ao projeto de lei que suspende o pagamento de taxas por mototaxistas, taxistas e motoristas de ambulância. 
    Inicialmente, o projeto de autoria do vereador Alexandre Aleluia incluía somente os motoristas de aplicativos.
    A proposta de emenda é do presidente da Câmara, Geraldo Júnior (MDB), e foi subscrita também pelos vereadores Sidninho e Kiki Bispo. O teto foi aprovado por unanimidade em sessão semipresencial. O emedebista afirma que se reuniu com o prefeito ACM Neto para discutir medidas de auxílio aos profissionais do setor.
    O projeto suspende a cobrança de taxas e trocas de veículos, exigidas pela lei 9.488/19, denominada lei dos aplicativos. Com essas suspensões, as exigências dispostas na lei passarão a ter início em janeiro de 2021. O objetivo é minimizar as perdas destes profissionais durante a crise do novo coronavírus.
    O líder da Casa enalteceu o empenho do vereador Sidninho, a quem se refere como “um dos maiores líderes de oposição” que a CMS já presenciou.
    “Sidinho é um dos maiores líderes da oposição já visto naquela Casa. É também um político preocupado com as demandas da cidade!”, declara. / Por: Redação News 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment