FOTOS: Fechada pela Covid-19, rodoviária de Salvador está deserta nesta véspera de São João

    Rodoviária de Salvador vazia — Foto: Camila Marinho / TV Bahia

    O período de festas juninas costuma ser de muita movimentação na rodoviária de Salvador entretanto, nesta terça-feira (23), véspera de São João, a rodoviária de Salvador está deserta.
    O terminal está fechado desde março, quando a cidade notificou os primeiros casos confirmados de coronavírus.
    Para se ter uma ideia do contraste, em 2019, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) havia estimado cerca de 180 mil pessoas circulando pelo terminal rodoviário da capital baiana.

    Rodoviária de Salvador deserta nesta terça-feira, véspera de São João — Foto: Camila Marinho/TV Bahia
    Neste ano, com a pandemia de coronavírus e a suspensão do transporte intermunicipal em 300 cidades baianas, o cenário é bastante diferente.
    Não há previsão para a retomada do serviço, já que o governo do estado só autoriza a abertura dos terminais rodoviários de cidades com 14 dias ou mais sem novos registros de pessoas infectadas com a Covid-19.
    Rodoviária de Salvador no período das festas juninas em 2019 — Foto: Ramon Ferraz/TV Bahia
    Rodoviária de Salvador no período das festas juninas em 2019 — Foto: Ramon Ferraz/TV Bahia
    Já no sistema ferry boat, a situação é diferente. Motoristas formam uma grande fila de veículos para acessar o terminal São Joaquim na manhã desta terça-feira. Por causa da pandemia da Covid-19, a travessia teve horários reduzidos desde abril deste ano, e as viagens ocorrem a cada duas horas: 6h, 8h, 10h, 12h, 14h, 16h, 18h e 20h.
    No ano passado, a Internacional Travessias, estimou que mais de 21 mil veículos e 143 mil passageiros fariam a travessia para Itaparica nos dias que precederam o São João. Na época, algumas pessoas esperaram mais de duas horas na fila para conseguir embarcar.
    Por conta do decreto publicado pelo governo do estado, o feriado de São João foi antecipado para maio. Desta forma, a quarta-feira, tradicionalmente feriado, não será ponto facultativo na Bahia.
    (G1 BA)
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment