Governo estuda retomar a economia em todo estado


    A Bahia está discutindo um plano de reabertura da economia com ajuda de cientistas. De acordo com o secretário de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas, o pilar que sustenta a volta das atividades é a estabilidade na taxa de crescimento dos novos casos da Covid-19. A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira (29), em entrevista à TV Bahia. 
    O retorno, no entanto, depende de como a doença vai se comportar nos próximos 10 a 15 dias. Ela precisa ficar no mesmo patamar durante esse período para o plano ser colocado em prática. "Enquanto não tivermos isso [estabilização] não é possível pensar em flexibilização, ainda mais sem qualquer base de estudo.", disse o secretário.
    Algumas cidades do interior, no entanto, preocupam a pasta estadual, a exemplo de Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana e cidades que fazem parte da região do Extremo-sul. 
    "A região do Extremo-sul está com uma taxa de crescimento superior a do estado. Isso acaba pressionando o número de leitos. O hospital de campanha que foi aberto em Teixeira de Freitas está tendo dificuldades em adquirir medicamentos e alguns outros insumos. A secretaria providenciou para a abertura de mais 20 leitos. Hoje, estamos assinando um contrato com o município de Eunápolis e serão abertos 20 leitos", disse Fábio.   / Por: Vagner Souza/BNews 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment