Pandemia do coronavírus pode levar o Brasil a sofrer sua primeira década de recessão

    Marcello Casal jr/Agência Brasil
    A recessão esperada para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19) deve levar o país a sua primeira década de recessão. Se isso acontecer, será a primeira vez em 120 anos – pelo menos – que o país vai registrar uma recessão num período acumulado de uma década.
    De acordo com os números mais recentes do Fundo Monetário Internacional (FMI), o PIB brasileiro deve recurar 9,1% neste ano. Segundo o Marcel Balassiano, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), se essa projeção se confirmar, o Brasil terá uma retração média anual de 0,3% entre 2011 e 2020.
    A crise econômica atual provocada pelo coronavírus marca o encerramento de um período bastante difícil para o Brasil. Entre o fim de 2014 e 2016, o país enfrentou uma recessão profunda e, nos três anos seguintes, houve apenas uma tímida retomada, incapaz de apagar todos os estragos.
    "Entre 2011 e 2013, o PIB teve uma taxa média de crescimento de 3%. Mas nesses últimos sete anos, o desempenho tem sido muito ruim", disse Balassiano ao G1. "Já seria a década perdida sem o coronavírus. A pandemia veio para agravar ainda mais a história."
    Já a pesquisa Focus, do Banco Central, os economistas estimam que o PIB deste ano deve recuar 6,5%. Mesmo se essa projeção se concretizar, a economia brasileira terá recuado 0,1% na década atual.(BNews)
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment