STF começa a julgar nesta sexta se mantém Weintraub no inquérito das fake News



    A decisão para acatar o pedido de habeas corpus do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para ser excluído das investigações no “inquérito da fake News”, que apura notícias falsas e ameaças contra ministros da Suprema Corte começa a ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (12). 

    O julgamento será no plenário virtual do STF e ministros terão seis dias para apresentarem seus votos no sistema eletrônico do Supremo.

    Antes de o pedido ser analisado pelo STF, a Polícia Federal foi ao Ministério da Educação para ouvir Weintraub no dia 29 de maio. Na oportunidade, porém, o ministro da Educação optou por ficar em silêncio.

    Os ministros vão analisar se Weintraub pode ser excluído do inquérito depois de ter dito, na reunião ministerial de 22 de abril: “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”.  /Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil 
     
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment