PF apura suspeita de invasão hacker no celular do presidente da Caixa


    A Polícia Federal abriu inquérito para apurar uma suspeita de ataque ao celular do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. A informação foi divulgada pela Folha de S.Paulo. O presidente da Caixa afirmou que seu aparelho celular foi invadido e que várias informações foram vazadas. Segundo ele, o ataque foi realizado pelos hackers que fraudaram o auxílio emergencial.
    Cerca de 3 milhões de contas da poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do Auxílio Emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.
    "Me roubaram dados que não eram da Caixa, mas meus. Vazaram todos os dados da minha vida, inclusive de apartamentos de onde saí há 25 anos, placas de carro. O que eles fizeram comigo é o que fazem com outras pessoas, mas pessoas carentes, que precisam do auxílio", disse Pedro, em entrevista ao site Metrópole. / Por: Agência Brasil 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment