"Se a PGR entender que cometi um crime, vou responder uma ação e se condenada vou cumprir minha pena", diz Damares


    A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, usou seu perfil no Facebook neste sábado (18) para comentar a notícia-crime da qual é alvo no Supremo Tribunal Federal (STF). Damares compartilhou um link da notícia e escreveu que está tranquila e que tem certeza que não cometeu crime algum. 
    "Se a PGR entender que cometi um  crime, vou responder uma ação e se condenada vou cumprir minha pena, mas garanto a todos que estou tranquila", escreveu. Nesta semana a ministra Carmen Lúcia, enviou à Procuradoria-Geral da República um pedido de parecer sobre o episódio.
    A notícia-crime aponta um possível delito com base na Lei de Segurança Nacional, quando Damares afirmou que pediria a prisão de governadores e prefeitos na reunião ministerial do dia 22 de abril. "Em minha fala durante a reunião registrei, com veemência, que pediria providências e punição aos violadores de direitos e não importava quem fosse o violador, pois, acredito de verdade, que todos são iguais perante a lei", acrescentou a ministra.
    Damares também acrescentou que, caso seja solicitada, irá  apresentar sua defesa com "muita calma, serenidade e respeitando as atribuições do Poder Judiciário e do Ministério Público". "Vamos aguardar trabalhando muito, pois estamos em meio a uma pandemia e temos vidas para salvar", conclui.  / Por: Anderson Riedel/PR 
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment