Sete restaurantes de Salvador recebem liberação da prefeitura para ocupar calçadas


    Sete restaurantes de Salvador receberam autorização para reabrir, utilizando as cadeiras e mesas nas calçadas, durante a segunda fase da retomada da economia na capital baiana, seguindo o protocolo elaborado em conjunto entre município e governo do Estado. 
    Os restaurantes que tiveram autorização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) foram o Boteco do Caranguejo, Caranguejo do Farol e Lucius Restaurante, na Barra; Espertto Carioca e Bahia Malte, no Rio Vermelho; La Pasta Gialla, na Pituba; e Marrom Bar e Restaurante, no Monte Serrat.
    Ao todo, a Sedur já recebeu 25 solicitações e as outras 19 estão em análise.
    Para solicitar a utilização do espaço público, os proprietários de bares e restaurantes devem acessar o site retomadabar.salvador.ba.gov.br/solicitar e preencher um formulário com informações como o número do alvará, o CNPJ, o Cadastro Geral de Atividades (CGA), a razão social, o nome de fantasia e o endereço de funcionamento do negócio. 
    Além disso, devem ser anexados um layout com a nova disposição das mesas e cadeiras, fotos da fachada, da área de estacionamento, do alvará e da inscrição municipal e estadual em formato pdf ou jpeg. Também é importante que o responsável pelo estabelecimento informe como vão funcionar as atividades e como ficarão dispostos os locais de atendimento. 
    A solicitação será analisada pela Sedur, em conjunto com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), e o responsável legal receberá a resposta por e-mail em um prazo de até cinco dias úteis. 
    "Esses empreendimentos podem adotar medidas de baixo custo e de fácil instalação para utilização de espaço público de forma organizada, como o uso de grades, jardineiras e de sinalização com tinta. Quando for necessário, serão implantadas medidas para a redução de velocidade dos veículos em algumas vias. Isso vai ocorrer, por exemplo, na Barra, no Jardim Brasil e na Pituba", explicou o titular da Sedur, secretário Sérgio Guanabara.  / Por: Reprodução/Google Maps 
     
      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment