AGU recorre ao STF e Dallagnol pode voltar a ser julgado


    A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja revista a decisão de suspender o julgamento que pode afastar o procurador da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba (PR), Deltan Dallagnol.
    O julgamento que tramita no Conselho Nacional de Justiça (CNMP), baseado em processos movidos pelos senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Kátia Abreu, que acusam Dallagnol de parcialidade na condução da Operação Lava Jato, com interferência na política nacional, foi suspenso pelo ministro decano Celso de Mello.
    Como ele está de licença, o recurso da AGU deverá ser julgado pelo ministro Gilmar Mendes, de acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo. / Por: Tomaz Silva/Agência Brasil 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment