Antes de ter alta, menina estuprada pelo tio realiza sonho de comer hambúrguer


    A menina de 10 anos que foi submetida a um aborto após ser estuprada pelo tio na cidade de São Mateus, no Espírito Santo, pediu para realizar o sonho de comer um hambúrguer do McDonald's antes de ter alta do hospital nesta quarta-feira (19). As informações são do Correio Braziliense. A garota estava internada desde o último domingo (16), no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), em Recife (PE).
    "No final, ela disse que tinha um sonho, que foi realizado, que era comer um sanduíche do McDonald's. Não sei dizer ao certo, mas, aparentemente, ela nunca havia comido um hambúrguer", contou o médico Olímpio Barbosa de Morais Filho, responsável por atender a criança.
    Segundo relatos do médico, ao receber alta a menina estava bem e voltou a sorrir. A garota recebeu cartas, brinquedos, jogos eletrônicos e tablets. "Ela finalmente está segura e sinto que fiz o meu papel como profissional da saúde, que é atenuar o sofrimento das pessoas e não julgar ou maltratar ninguém", comentou Morais.
    A menina é criada pelos avós porque a mãe morreu e o pai está preso. "Acredito que é um novo nascimento, até agora ela só teve sofrimento na vida. Vai depender do povo capixaba ajudar que ela tenha uma nova vida, sem sofrimento e passar uma borracha por cima de tudo o que aconteceu”, completou o médico.
    O caso teve início no dia 8 de agosto, quando a criança deu entrada no hospital com dores na barriga. Exames mostraram que ela estava grávida de cinco meses. A Justiça autorizou a realização do aborto, mas a unidade de saúde no Espírito Santo se recusou a fazer o procedimento.
    A menina foi encaminhada para o Recife (PE), onde virou alvo de grupos religiosos após a extremista Sara Winter divulgar o nome da criança e o hospital onde ela estava. Apesar dos protestos, a gravidez da criança foi interrompida na segunda-feira (17/8). 
    O tio, de 33 anos, acusado de cometer os abusos, estava escondido na casa de parentes e não resistiu à prisão. Ele assumiu os abusos e disse que tinha um "relacionamento" com a criança. 

     Por: Reprodução/Google Street View 

      Comentário do Google+
      Cometários do Facebook

    0 comentários:

    Post a Comment